Ford Media Center

“Aquele carro apareceu do nada!” – Nova tecnologia da Ford afasta motoristas dos pontos cegos

É um cenário com o qual muitos condutores estão familiarizados: verificar os espelhos retrovisores antes de iniciar uma mudança de faixa, mas encontrar outro veículo que apareceu por detrás ou de lado - aparentemente vindo do nada.

A mudança de faixa é uma manobra habitual para os utentes regulares das autoestradas, mas mesmo os condutores mais atentos podem, por vezes, não detetar situações potencialmente perigosas, particularmente nos seus ângulos mortos. Um olhar menos atento ou uma perceção errada da velocidade ou direção de outro condutor na estrada foi um dos fatores em mais de metade dos acidentes rodoviários na Grã-Bretanha em 2018.*

A Ford apresentou uma nova tecnologia concebida para ajudar os condutores a evitar colisões relacionadas com os ângulos mortos enquanto viajam em estradas com várias faixas de rodagem.

O novo sistema Lane-Keeping com Assistência Pontos Cegos faz a sua estreia global no novíssimo Ford Kuga SUV. A tecnologia monitoriza o ângulo morto do condutor para veículos que se aproximam por detrás, e pode aplicar contra-direcções para avisar o condutor e desencorajar uma manobra de mudança de faixa se for detetada uma potencial colisão.

"Muitos condutores já terão sido apanhados de surpresa a dada altura quando outro veículo “apareceu do nada'", disse Glen Goold, engenheiro chefe do programa Kuga. "O sistema Lane-Keeping com Assistência Pontos Cegos é como ter um par de olhos extra na parte de trás da cabeça, ajudando a evitar que o lapso de julgamento de apenas um segundo se transforme em algo mais sério".

Sempre atento: Assistência Ponto Cego

Há mais de uma década que a Ford oferece a tecnologia BLIS (Blind Spot Information System) que pode alertar os condutores para a presença de veículos no seu ângulo morto, utilizando uma luz de aviso no espelho da porta.

O novo Sistema de Manutenção de Faixas de Rodagem com Assistência Pontos Cegos vai um passo mais além - capaz de aplicar uma força suave ao volante para desencorajar os condutores a mudar de faixa de rodagem para a via de outro utilizador da estrada e guiar o veículo para longe do perigo.

Os sensores de radar do Kuga Assistente Pontos Cegos verificam se há veículos nas faixas paralelas até uma distância traseira de 28 metros, 20 vezes por segundo, enquanto conduz a velocidades de 65 km/h a 200 km/h. Uma intervenção pode ser ativada automaticamente se o sistema de controlo detetar uma mudança de faixa de rodagem através da monitorização das marcações na estrada utilizando a câmara frontal, e a tecnologia calcular que os dois veículos estão em rota de colisão.

O Sistema de Manutenção de Faixa com Assistência Pontos Cegos pode intervir para ajudar a evitar colisões com veículos que se aproximam com uma diferença de velocidade de cerca de 30 km/h.

Olhando o futuro: Assistência à Intersecção

Fazendo também a sua estreia global no novo Ford Kuga, a tecnologia Intersection Assist utiliza a câmara frontal do veículo, combinada com um radar, para monitorizar potenciais colisões com veículos em sentido contrário em faixas paralelas.

A tecnologia pode acionar automaticamente os travões quando segue a uma velocidade de até 30 km/h, para ajudar a prevenir ou mitigar os efeitos de acidentes em cenários em que um condutor está a atravessar-se no caminho de um veículo em sentido contrário, como é comum em cruzamentos ou pequenas rotundas.

Um estudo concluiu que mais de um em cada dez acidentes graves em cruzamentos na Europa envolvia carros que colidiam com outros veículos, carrinhas ou camiões em cruzamentos.**

O Intersection Assist funciona sem a necessidade de detetar marcas de faixas de rodagem ou passeios e pode mesmo intervir em parques de estacionamento, locais de obras ou outros locais sem marcas claras ou prioridades de tráfego.

Ambas as tecnologias podem funcionar de dia ou de noite, com os faróis ativados.

Tecnologia para inspirar confiança

O Kuga oferece uma vasta gama de tecnologias Ford Co-Pilot360 concebidas para melhorar a proteção, condução e estacionamento.

Tecnologias que incluem Cruise Control Adaptativo com Stop & Go, Reconhecimento de Sinais de Velocidade e Lane Centring conquistaram recentemente ao SUV uma posição de liderança no primeiro ranking de Condução Assistida da Euro NCAP - à frente de veículos como o Tesla Model 3 ou a Volvo V60.

Outras tecnologias avançadas de assistência ao condutor disponíveis para o Kuga - agora disponíveis para encomenda em toda a Europa - incluem a Assistência Pré-Colisão com Travagem Ativa e a Assistência Ativa de Estacionamento 2.

 

# # #

*Conjunto de dados estatísticos: Fatores contributivos para acidentes rodoviários no Reino Unido https://www.gov.uk/government/statistical-data-sets/ras50-contributory-factors

**https://www-esv.nhtsa.dot.gov/Proceedings/26/26ESV-000176.pdf

Sobre a Ford Motor Company

A Ford Motor Company é uma empresa global com sede em Dearborn, Michigan. A empresa concebe, fabrica, comercializa e presta serviços a uma linha completa de carros Ford, camiões, SUV, veículos elétricos e veículos de luxo Lincoln, fornece serviços financeiros através da Ford Motor Credit Company e procura uma posição de liderança na eletrificação; soluções de mobilidade, incluindo serviços de autocondução; e serviços conectados. A Ford emprega aproximadamente 188.000 pessoas em todo o mundo. Para mais informações sobre a Ford, produtos e a Companhia de Crédito Automóvel Ford, visite www.corporate.ford.com.

Ford Europa

A Ford Europa é responsável pela produção, venda e manutenção de veículos da marca Ford em 50 mercados individuais e emprega aproximadamente 45.000 empregados nas suas instalações de propriedade integral e joint ventures consolidadas e aproximadamente 58.000 pessoas quando se incluem negócios não consolidados. Para além da Ford Motor Credit Company, as operações da Ford Europa incluem a Divisão de Serviço ao Cliente da Ford e 18 instalações de fabrico (12 instalações totalmente detidas e seis instalações não consolidadas em joint ventures). Os primeiros automóveis Ford foram enviados para a Europa em 1903 - no mesmo ano em que a Ford Motor Company foi fundada. A produção europeia teve início em 1911.

CO2 Emission